segunda-feira, 28 de setembro de 2009

A Verdadeira Fé Nunca Está Sozinha - Tiago 2:14-26


INTRODUÇÃO: O contexto histórico. Período inicial da igreja 40-45-. Continuação do problema do cap.2 preconceitos, e não ajuda aqueles que são rejeitados/necessitados.
A VERDADEIRA FÉ NUNCA ESTÁ SOZINHA. Alguns ingredientes que acompanham esta verdadeira fé
Vers. 17 “a fé se não tiver obras, por si só está morta”
Vers.20 “a fé sem obras é inoperante”
Vers.26 “a fé sem obras é morta”

1.A DINÂMICA SOCIAL 2:14- 17

qual é o proveito da fé? – Intelectual e nada prática. É a ortodoxia que pensa que basta “pensar certo”. Tiago aponta a inutilidade da doutrina correta sem prática. Tiago contesta a crença que basta conhecer o vocabulário correto, a oração correta, o conhecimento bíblico correto – isto não passa elementos sem “proveito”se não estiverem acompanhados de uma prática social de boas obras. – É uma fé intelectual


*Jesus criticou os fariseus não porque seguiam a lei, mas porque usavam a lei para oprimir e fazer separação entre os “certos” e ”errados”, “justos e pecadores” “bons e maus” “pode ou não pode” – A fé verdadeira tem um alcance social.

“Carecidos de roupa” Nu (roupas de cima) “alimento cotidiano” - artigos básicos mantenedores da vida


O rico do capitulo dois é meio pelo qual Deus supre as carências dos necessitados

Clemente de Alexandria + 215 – O rico pode ser salvo?. Escreve o seguinte “Somente quem chega a verdade, e ao mesmo tempo a traduz nas boas obras, conseguirá o galardão da vida eterna”.


“ide em paz” – Boa Sorte – formula judaica de despedida. Expressão que aponta os bons desejos do cristão, mas isto não é suficiente

16.Se vocês não lhes dão o que eles precisam para viver, não adianta nada dizer: "Que Deus os abençoe! Vistam agasalhos e comam bem."

Uma fé que não se envolve com o social nada mais é do que uma fé intelectualizada. A defesa da fé se tornou mais importante que a fidelidade a Deus demonstrada em boas obras

Portanto, a fé é assim: Se não vier acompanhada de ações, é coisa morta.

Muitos se escandalizam com alguns que possuem uma visão não tão ortodoxa em algumas áreas, mas não enxergam a fome, os preconceitos raciais ou de qualquer outro tipo. Ouça o que acontece quando há uma preocupação limitada da fé a uma simples declaração

ÏLUSTRAÇÃO “Um delegado americano no Congresso da Aliança Batista Mundial em Berlim, enviou um relatório a respeito do seu encontro com Hitler: “Foi um grande alivio estar em um pais onde a obscena literatura sexual não pode ser vendida, onde filmes pútridos e violentos não podem ser exibidos. A nova Alemanha queimou grandes quantidades de livros e revistas corruptores junto com suas fogueira de livrarias judias e comunistas “----- Este mesmo delegado defendia Hitler como um líder que não fumava, nem bebia, que queria que as mulheres se vestissem com modéstia e que se opunha a pornografia”. (Philip Yancey; Maravilhosa graça 211-212)

Não sou favor da imoralidade, mas da liberdade. Ao mesmo tempo sou contra qualquer tipo de ditadura que para muitos aparenta ter valores cristãos e ao mesmo tempo: mata, tortura, exclui os pobres, suprime a liberdade de expressão, e se apresenta como uma democracia e ainda crista. Esquece-se dos “necessitado, pobres, rejeitados, aposentados, viúvas, etc.”

Tiago esta apontando que a fé sem uma preocupação social prática-por si só é morta.

Tiago não está escrevendo que a fé não pode salvar, ele está dizendo que a fé sem obras não pode salvar. Sem uma preocupação social, sem ação em favor dos necessitados. Lembre quem tem um pouco mais é porque Deus quer usar de canal de benção para ao que não tem. A fé eficaz tem um alcance social. A fé não se limita a profissão correta de uma fé, ele exige as marcas que são resultados da fé.

A diferença com Paulo está no fato que Paulo está ensinando teologia e Tiago está ensinando ética. A fé salvadora CONDUZ A AÇÃO

Deus sempre esteve preocupado com o suprimentos dos pobres, necessitados.

Veja Dt:15:7-11 -Se houver um israelita pobre em qualquer cidade da terra que o Eterno, o nosso Deus, vai dar a vocês, tenham pena dele e o ajudem.8 Sejam generosos e emprestem todo o dinheiro que ele precisar.

10 Não dê com tristeza no coração, mas seja generoso com ele; assim o Eterno, o nosso Deus, abençoará tudo o que você planejar e tudo o que fizer.11 -Sempre haverá pobres e necessitados no meio do povo, e por isso eu ordeno que vocês sejam generosos com todos eles.



2.A EMOÇÃO OPERANTE 2:18-20

18 Mas alguém poderá dizer: "Você tem fé, e eu tenho ações." E eu respondo: "Então me mostre como é possível ter fé sem que ela seja acompanhada de ações. Eu vou lhe mostrar a minha fé por meio das minhas ações."

19 Você crê que há somente um Deus? Ótimo! Os demônios também crêem e tremem de medo.
Um estudioso americano chama a este tipo de fé “fé endiabrada”ou “diabólica”. O que Tiago está querendo apontar:


Não é uma declaração de fé suficiente para dizer que cremos. A fé vai alem de um assentimento de uma verdade.

A unicidade de Deus – pensamento correto. Aliás, o Shema Dt:6: era recitado diariamente – “O Senhor teu Deus é um só” e daí? Nada Vale – isto é fé morta, é fé inoperante Vers. 20

19 Você crê que há somente um Deus? Ótimo! Os demônios também crêem e tremem de medo. 20. Seu tolo! Vou provar-lhe que a fé sem ações não vale nada.


Mais uma vez a uma crítica ao “pensar correto” mas não há mudança. Este tipo de fé e diabólica no sentido de semelhança com a fé que possui os demônios. Isto deve preocupar, pois evangélico hoje esta sendo colocado em um campo de batalha sobre “defesa da fé”mas senão houver uma fé operante isto será inútil.


O que chama a atenção é que os demônios não somente crêem, tremem, tem medo, mas não há mudanças, não há arrependimento. Pode-se dizer que os “demônios têm a emoção do medo” mas não acontece coisa alguma, continuam sendo demônios, o pai deles é o Diabo, continuam com a mesma natureza, estão eternamente condenados, estão separados de Deus, etc – Ele emocionalmente estão envolvido mas Não fazem coisa alguma...

E Tiago aponta que na igreja pode haver este tipo de cristãos – Triste companhia, comparação, “irmãos de fé”

Tiago até o presente momento: alcançou o intelecto e agora passou para as emoções.

O perigo do evangelho pós moderno é que muitos estão:

Sentindo, mas não estão mudando.
Sabendo, mas não estão mudando.
Arrepiando, mas não estão mudando.
Participando, mas não estão mudando.
Ouvindo pregações, mas não estão mudando.
Ministrando, mas não estão mudando.
Operando, mas não estão mudando.
Freqüentando os cultos, mas não estão mudando.
Profetizando mas não estão mudando
Declarando mas não estão mudando
Esta ausência de mudança esta no campo individual e social

Uma pessoa pode ser iluminada na mente dele e até pode ser mexida nos seus sentimentos ou no seu coração e ainda estar perdido. A fé salvadora envolve mudanças. A fé salvadora CONDUZ A MUDANÇAS, pois RECEBE a vida em primeiro lugar, e então você passa a REVELAR a vida
20 Seu tolo! Vou provar-lhe que a fé sem ações não vale nada.


3.OBEDIÊNCIA SACRIFICIAL 2:21-24


Tiago agora lança mão a uma figura do AT muito respeitada; Abrão. O problema está em que Tiago parece apontar que a salvação é pelas obras veja a conclusão dos vers. 20 a 24

24 Assim, vocês vêem que a pessoa é aceita por Deus por meio das suas ações e não somente pela fé.


Todo bom judeu sabia que Abraão “creu no Senhor”e foi-lhe imputado isto por justiça. Será que Tiago está a contradizer um ensino bíblico rejeitando assim as Escrituras?. O ensino que mais tarde Paulo era ampliar em Romanos.


A resposta é simples e está no vers 21 e uma pequena palavra QUANDO

1.**Quando foi que Abraão foi justificado pelo fato de crer em Deus? – Foi quando Deus lhe prometeu um filho e lhe disse que a sua semente seria como as estrelas dos céus Gn:15:5-6

Aí o Eterno levou Abrão para fora e disse: -Olhe para o céu e conte as estrelas se puder. Pois bem! Será esse o número dos seus descendentes. 6 Abrão creu no Deus Eterno, e por isso o Eterno o aceitou.(BLH)

Então, conduziu-o até fora e disse: Olha para os céus e conta as estrelas, se é que o podes. E lhe disse: Será assim a tua posteridade. 6 Ele creu no SENHOR, e isso lhe foi imputado para justiça.(RA)

2.**Quando foi que Abrão foi justificado pelas suas obras? Ou como o texto diz em Tiago: 2: 22 Vês como a fé operava juntamente com as suas obras; com efeito, foi pelas obras que a fé se consumou, (RA)

22 Veja como a sua fé e as suas ações agiram juntas. Por meio das suas ações, a sua fé se tornou completa.(BLH)
Chama a atenção a frase vers.22b”foi pelas obras que a fé se consumou” (gr.teleios). Tiago está citando o personagem e não lendo as Escrituras. Ele está dissertando no momento e não está preocupado com a cronologia dos fatos, mas com o ensino ético que a igreja precisava.

A fé levou ao patriarca Abrão a sacrificar o seu filho. Era o seu filho amado, mas a obediência ao seu Deus e demonstrar a sua fé no Deus Eterno estava acima de qualquer outro sentimento - OBEDIENCIA – era o ingrediente que consumava e qualificava a sua fé





4.AÇÃO VIVIFICANTE 2:25-26
26 Portanto, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem ações está morta.


A preocupação de Tiago no capítulo 2 é o preconceito em relação aos pobres e o sustento destes pobres que são membros da igreja. Após ter usado a figura de Abraão agora lança mão da figura de uma mulher prostituta (Js:2-6) Esta obra graciosa tem como resultado a vida. Embora o passado desta mulher a condenava, até o seu ato podia ser condenado, pois ela mentiu, mas Deus estava vendo a fé depositada naquilo que ela tinha ouvido a respeito de Deus

Talvez o pensamento da congregação na maioria judaica fosse: Abrão como pai da nação tinha todos os atributos de um judeu para ser declarado justo diante de Deus. Agora Raabe era uma meretriz. Alguns interpretes para limpar o caráter de Raabe a chamam de “estalajadeira” (dona da pensão)


Mas o que levou esta prostituta a entrar na galeria dos heróis da Fé
(Cf. Hb:11:31 Foi pela fé que Raabe, a prostituta, não morreu com os que tinham desobedecido a Deus, pois ela havia recebido bem os espiões israelitas.)
Aliás, somente Raabe e Sara são mencionadas como heroínas da fé. O que esta mulher fez, qual foi a sua boa obra.

A qualificação de justificada esta da mesma forma como foi Abraão. Ela ouviu a respeito de Deus, e agiu...A sua fé produziu obras-e esta obra é de vida de uma nação. Permitiu que Deus cumprisse o seu plano. Abriu o caminho da vitória Veja o que diz

Js:2:4-6 Acontece que Raabe tinha levado os espiões ao terraço e os havia escondido debaixo das varas de linho amontoadas ali.8 Antes que os espiões fossem dormir, Raabe subiu ao terraço e disse:9 -Eu sei que o Deus Eterno deu esta terra a vocês, os israelitas. Para dizer a verdade, todos nós estamos morrendo de medo. 10 Soubemos que o Deus Eterno secou o mar Vermelho diante de vocês quando saíram do Egito. Também ficamos sabendo como, a leste do rio Jordão, vocês mataram Seom e Ogue, os reis dos amorreus, e destruíram os seus exércitos. 11 Quando ouvimos essas coisas, perdemos a coragem e todos nós ficamos com muito medo por causa de vocês. O Deus de vocês, o Eterno, é Deus lá em cima no céu e aqui em baixo na terra.

Raabe tinha ouvido a respeito dos milagres de Deus. Do ouvir falar ela creu pela fé ou colocou a sua confiança no que Deus tinha feito com os outros povos. Ela fez uma declaração de fé e agiu baseada nesta confissão. Juntos a fé e a obra

Agora Tiago usa esta figura para apresentar na igreja que Deus tinha colocado na linha genealógica do povo uma meretriz que esta igualada a Abraão. Um herói da fé e pai de uma nação ao lado de uma meretriz. Um apontado como obediente e a outra como hospitaleira. Ambos atos frutos da fé. Eles consumaram a sua fé indo ate onde a fé lhes ordenava ir.

Raabe: deu vida a um povo e a sua família – ISTO É GRAÇA de Deus através de alguém que creu no DEUS VERDADEIRO. Pratica graciosa

A FÉ VERDADEIRA NUNCA ESTÁ SOZINHA.

1. Dinâmica social; 2.Emoção operante, 3.Obediência Sacrificial, 4.Ação Vivificante.
Se pudesse encerrar todos estes ingredientes numa frase somente diria que a fé é justificadora quando ela é DINAMICAMENTE GRACIOSA

A verdadeira fé CONDUZ A AÇÃO. Esta é a fé que cada cristão deve exercer. Senão esta fé é morta. Precisamos examinar a nossa fé. Eu realmente confio em Cristo ao ponto que eu me entrego pela sua obra. Eu confesso publicamente a minha fé e disposto a mudar aquilo que muitas vezes parece imutável, mas a graciosidade da minha fé trará mudanças. Eu tenho muito interesse e atuo para que minha fé seja vista também no aspecto social da fé: preconceitos, pobreza, corrupção, violência são campos onde minha fé tem uma palavra. Para isso me sacrifico e sinto prazer em trabalhar por mudanças




Nenhum comentário:

Postar um comentário